James Gray torna A Imigrante em um dos fundamentos da América.

James Gray é um diretor fenomenal. É um dos únicos diretores em atividade hoje em dia no cinema americano que consegue criar aquela sensação de estar assistindo o filme de uma vida — um sentimento que parece vindo diretamente da Era de Ouro de Hollywood, com aqueles grandes e intensos dramas que acompanhavam seus personagens de perto enquanto criavam uma parábola sobre a situação americana.

E, sem tirar nem pôr, é isso o que ele faz no excelente A Imigrante.

Leia mais no PCM.