Enclausurado é estranho pra caramba.

Nem sempre é fácil ler os livros de Ian McEwan. Seus primeiros beiravam ao sórdido, como o marcante O Jardim de Cimento. Depois, ficaram extremamente introspectivos, como Amsterdam ou, mais furiosamente, Sábado. Seu livro anterior, A Balada de Adam Henry, flertava com muita coisa, e nem sempre conseguia entregar um bom desenvolvimento pra tudo. E daí agora tem Enclausurado, que é uma loucura.

Leia mais no PCM.