Com o passar do tempo, Peter Pan fica ainda mais trágico

Peter Pan, o personagem mágico fruto do carinho que o escrito J. M. Barrie tinha pelos garotos Llewyn Davies, já tem mais de cem anos, é de domínio público e já ganha diversas revisões. O motivo? Como personagem, ele só ganha força — e profundidade — com o tempo.

Peter é um personagem trágico desde sua origem. No conto original, o menino descobre que quando pula a janela para brincar no parque ele não envelhece e, acreditando que sua mãe sempre deixará a janela aberta, fica por lá. Quando decide voltar, descobre que a janela está fechada e sua mãe tem outro bebê no colo. Peter, agora uma criança para sempre, é fadado à solidão.

Leia mais no PCM