Eu publiquei um novo texto no PCM hoje! Uma reconsideração de The Suburbs, como é ouvir hoje e como foi ouvir quando ele foi lançado (já faz um tempão, eu tô me sentindo muito velho hoje).

Foi difícil escrever esse texto. Eu passei três semanas reescrevendo ele encarando diversas abordagens e assuntos que eu queria tratar. The Suburbs é um álbum imenso, tanto em forma quanto em significado, e foi muito fácil perder o fio do texto.

Eu queria escrever sobre The Suburbs há muito tempo na verdafe. É o meu álbum favorito, mas como eu não entendo muito de música eu sempre fiquei meio desconfiado de escrever sobre ele e não fazer justiça ao quão bom ele é. Eu acho fascinante como a gente escreve sobre cultura — tentando capturar um pouco do artista, um pouco da época, um pouco da obra e um pouco de nós mesmos.

No fim foi bom escrever sobre The Suburbs e eu tô satisfeito com o texto final. Tem muita coisa que eu ainda quero escrever sobre ele, mas quem sabe daqui alguns anos.


Eu ainda quero escrever sobre a volta do PCM também. Vou ver se faço isso esse fim de semana.